Encontre o que você precisa agora, no seu bairro.

[slider_search]

Instável, Botafogo repete erros e vê seu lado direito não funcionar

Time levou gol no primeiro minuto e, embora tenha desperdiçado chances, não produziu o suficiente para superar o Flamengo

Divulga pra geral:

A derrota por 1 a 0 para o Flamengo, sábado, em Brasília, serviu para confirmar algumas percepções que já não são novidade para a torcida alvinegra: o lado direito inoperante, o desequilíbrio emocional e a necessidade de reforços.

Em 24 segundos o Botafogo viu o rival construir a vantagem que iria manter até fim. E começou justamente no lado direito da defesa. Daniel Borges, errou na saída de bola, Matheus Gonçalves levou até dentro da área e finalizou para o gol sem que Carli tivesse conseguido o bloqueio.

O placar favorável ao Flamengo transformou o panorama do jogo. O Botafogo até teve mais a posse de bola e finalizou mais que o rival, mas não foi eficaz. No geral, a produção ofensiva não foi positiva, com Piazon e Victor Sá menos produtivos do que em partidas anteriores.

  • O que tínhamos que ter feito era ter concretizado em gol as chances que tivemos. E não sofrer um gol em um erro nosso. O jogo teria sido totalmente diferente – disse Luís Castro.

Com o decorrer do jogo e da dificuldade de chegar ao empate, o time do Botafogo mostrou um traço preocupante que já tinha sido visto contra o Vasco. Na adversidade, o lado emocional pesou novamente e minou as chances de reação.

Contra o Vasco foram duas expulsões. Desta vez, contra o Flamengo, foram três vermelhos por reclamação. Primeiro Carli, que já estava no banco quando foi expulso. Depois Tiquinho, que chegou a encostar a cabeça no árbitro, e Marçal.

O Botafogo já se mostrou um time organizado e promissor com Luís Castro, mas a forma que o time foi derrotado nos clássicos precisa virar um alerta para minimizar o risco de o trabalho ser prejudicado na sequência da temporada. O equilíbrio das movimentações táticas precisa ser repetido no comportamento dos atletas.

Outra percepção da torcida que ficou novamente clara: a necessidade da chegada de mais jogadores para dar ao time um maior repertório e ser menos previsível. O próximo nome já está certo e será anunciado nos próximos dias, o do lateral-direito Leonel Di Plácido, que estava no Lanús.

O Botafogo volta a campo na próxima quinta-feira para fazer sua estreia na Copa do Brasil. O adversário é o Sergipe, fora de casa.

Seja o primeiro a saber

Cadastre-se e receba em primeira mão as informações do seu clube de coração

Outras notícias sobre Botafogo